Essa coisa chamada… Mau humor

Dentro do apartamento, me remexo nas cobertas e me incomoda ela ter levantado. “Precisava ser tão fria?”. As vezes o jeito dela de não falar, de guardar o que ela sente, me incomoda muito mais do que parece. “Ela é sincera, mas poxa, por que não dizer que tudo que significa pra mim, significa também pra ela?”.

Me levanto.

“Pra onde ela foi mesmo?”

A dor no corpo me acomete assim que coloco os pés no chão. O telefone toca. É a Thais. O toque dela é Sondre Lerche, não tinha como não reconhecer. Atendo.

“João! João… Eu vou pra Paris. Eu vou pra Paris…”

O mundo desaba em mim.

Continua…

1ª parte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O eu insólito ...

Jaqueline Bastos

LEONARDO KATONA

Professor e Historiador. Completamente perdido por ai....

S.O.S Srta Brito

DICAS DIY, MODA, BELEZA, DECORAÇÃO E SAÚDE.

@xykosanto

eu não estou interessado em nenhuma tiuria

Universo Inconsequente

"Assim como o universo somos inconstantes e infinitos a serem descobertos."

Consultoria Rodrigo Nitzke

Mailing de alta qualidade através do LinkedIn

Alugue Sorrisos

Muito amor e sorrisos <3

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close