confessionário

acordei com algo entalado no meu peito que eu não sabia dizer o que era. uma angustia tão grande que me sucumbia com o tempo e passou a me incomodar. acordei com aquela sensação de refluxo, de que precisava colocar algo para fora a todo custo. precisava confessar! há tempos sabia que um dia teria que compartilhar com alguém meus segredos. mas esse segredo? não sabia o que dizer, como explicar, mas ele estava aqui o tempo todo comigo.

quando cheguei na igreja, não lembrava qual reverência devia fazer… salaam aleikum, namastê, amém? como rezar, como pedir? ao encontrar o padre, ele me explicou um pouco sobre a confissão, o poder dela e que eu precisaria me abrir e aceitar que havia pecado, que precisava me redimir.

– mas padre…

– é assim que a vida é. abra seu coração! não irei te julgar… só intercederei por você.

– tudo bem… saiba que pequei!

– como?

– o pecado maior, o pior de todos…

– me diga, qual!?

– me apaixonei por um sorriso!

era o meu fim. eu era uma compulsiva por sorrisos dos mais belos e os mais charmosos. o rosto, o formato do queixo e o brilho no olhar. eu amava aquilo com tanta intensidade que distribuía sorrisos por ai. me apaixonava por cheiros, perfumes e sotaques. me apaixonava cada vez que admirava o sorriso de alguém, o jeito de alguém, a pele de alguém. amava. me apaixonava. por ser tão surreal, me apaixonei inúmeras vezes… me perdi em inúmeros sorrisos.

– resolvo seu problema com algumas orações e… 

como eu poderia rezar e perder essa minha compulsão por olhos bonitos, sorrisos incríveis e brilhos no olhar? eles não precisam ser direcionados para mim, eu só precisava olhar aquele sorriso e me apaixonar por ele. inúmeras paixões por dia, por semana, por mês. 

sempre afirmei que toda forma de amor é válida! me apaixono por pessoas que sorriem uma para as outras. me apaixono com o toque e com a sutileza do amor, aquele amor que abraça, que protege da chuva, que acolhe nos dias ruins e isso são amores? mas amores são confissões e vivemos em um mundo onde a nudez é mais racional do que um eu te amo verdadeiro. onde o toque se dá por dedos em um celular. onde a distância é justificável com a acomodação. quando tolerar e aceitar algumas coisas faz mais sentido do que se permitir viver. 

sai frustrada da igreja. busquei muito mais do que uma prece, busquei uma rendição. 

negava-me a ideia de me render ao mundo e aos dias atuais. neguei-me a aceitar que o tolerável era me adaptar ao dia a dia. que precisava ser maleável para me apaixonar por alguém que não amava. que não queria. que não tocava. mas ainda estava apaixonada, ainda sentia o fervor daquela emoção de sorrir pela primeira vez, do olhar que se cruza e congela o tempo, que estagna no meio termo. quando os segundos são imensuráveis, quando perde-se todo o sentido do mundo e você esquece que está sentada, em uma mesa, com alguém que te olha nos olhos e é como se olhasse sua alma, se te despisse. 

pedi perdão. me rendi. me neguei. e na minha prece eu só dizia…

– chega de amores por um tempo. amém?

e parece que os anjos disseram amém!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O eu insólito ...

Jaqueline Bastos

LEONARDO KATONA

Professor e Historiador. Completamente perdido por ai....

S.O.S Srta Brito

DICAS DIY, MODA, BELEZA, DECORAÇÃO E SAÚDE.

@xykosanto

eu não estou interessado em nenhuma tiuria

Universo Inconsequente

"Assim como o universo somos inconstantes e infinitos a serem descobertos."

Consultoria Rodrigo Nitzke

Mailing de alta qualidade através do LinkedIn

Alugue Sorrisos

Muito amor e sorrisos <3

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close