Deixa ser…

“… natural, despretensioso, forte, rústico, romântico, descafeinado, com amor, com suor, com alegria e com pânico. Deixa ser assim como o café.”

Sabe menina, te vi tão pequena e te enxergo tão grande que se você, por vezes, olhar pra trás e outras olhar para frente, se perderá no momento em que tudo começou a acelerar e te fazer voar por entre pensamentos, sonhos e expectativas. Te entendo quando por tantas vezes você deixou de ser quem gostaria de ser, de fazer o que gostaria de fazer e por se lamentar pelo que cansou de se lamentar. A vida cansa! Ela é dessas que faz você perder o fôlego por rir e muitas outras por chorar. Mas me diga, existe forma melhor de viver a vida do que como se estivesse em uma montanha russa? Você gosta tanto de montanhas russas!

Sabe menina, quantas vezes decidi alterar meu trajeto para que um me levasse até você? A profundidade dos seus pensamentos e onde você sempre escondeu seus sonhos, pensamentos, sentimentos e sua essência… Era tudo isso que buscava e hoje alcancei. Conversando com os deuses, te ajudei a ter uma lembrança tão boa e que por vezes deixou que se apagasse. Bons momentos e inúmeras recordações vão se perdendo em alguma parte de ‘nós’ que muitas vezes, anula qualquer sentimento bom que já tenha vivido apenas pra ressaltar o boicote.

Entre todos os altos e baixos, quantas vezes sentiu a necessidade de pedir perdão? De começar do zero? De fazer as coisas como você sente que deveriam ser feitas? Sabe menina, te conheço desde sempre, e se você olhar para dentro, me enxergará dentro de você e terá uma nova perspectiva do que a vida te reserva.

Quantas vezes precisou escorregar e cair, precisou chorar e dormir, precisou se acabar e falir para que pudesse enxergar que se quer ser, ter, pertencer e escolher, antes de tanto e de tudo precisa ser sua melhor escolha? Não se blinde dos erros, a solidão e o isolamento não são uma boa válvula de escape e ser livre significa amar antes mesmo de pertencer à algo ou à alguma coisa. Fique, escolha, pertença, estime e realize algo por amor, e se quiser ir, vá! Você tem o direito e a liberdade de partir. Não serei egoísta de não dizer ‘sim’ e nem “covarde” por não dizer que quero que fique.

Somos uma só e essa consciência que te escreve hoje é a mesma que te leva para longe, que te carrega por entre pensamentos e te lembra de tanto que ainda você tem pra viver.

Menina, vá…

E por favor, na volta, traga um café!

Chegou o momento da menina dormir e a mulher assumir o lugar. Já era hora de colocar em prática tudo que sempre sonhou!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O eu insólito ...

Jaqueline Bastos

LEONARDO KATONA

Professor e Historiador. Completamente perdido por ai....

S.O.S Srta Brito

DICAS DIY, MODA, BELEZA, DECORAÇÃO E SAÚDE.

@xykosanto

eu não estou interessado em nenhuma tiuria

Universo Inconsequente

"Assim como o universo somos inconstantes e infinitos a serem descobertos."

Consultoria Rodrigo Nitzke

Mailing de alta qualidade através do LinkedIn

Alugue Sorrisos

Muito amor e sorrisos <3

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close